Aprender a perder, aprender a viver

Assisti na semana passada uma série recém lançada na plataforma de conteúdos Netflix, de nome “O Gambito da Rainha”. Dona de belas interpretações e uma cuidadosa fotografia, a história ocorrida na década de 60 conta a trajetória crescente de uma enxadrista órfâ no mundo do xadrez dominado pelos jogadores masculinos. Dentre os vários elementos de…