Sobre “A escavação”

O filme “A escavação” adaptado do romance (The Dig) do escritor e jornalista John Preston, dirigido por Simon Stone foi disponibilizado recentemente pela Netflix. Relata a história ocorrida em 1939 de uma viúva inglesa de nome Edith (Carey Mulligan) que pressentia a existência de algo incomum em suas terras. Às vésperas da Segunda Guerra Mundial contratou um arqueólogo autodidata Brown (Ralph Fiennes) para lhe ajudar na pesquisa e escavação. 

A Escavação

Aproximados pelos interesses intelectuais embora de classe social distinta – o que para a época era estranho aos ingleses – encontraram caminhos de convivência e afeição recíproca. A consideração humana demonstrada na relação, em detrimento do desnível social, foi notável e diferenciada para a época.

Traz à tona a bela finalidade da arqueologia – ciência não muito divulgada, com exceção dos momentos de achados surpreendentes, e que estuda as culturas e os modos de vidas das sociedades ao longo dos tempos. Nessa história recuperaram tesouros do mundo anglo-saxão. Riquezas de 1939 encontradas no condado inglês de Suffolk resgatam o passado da Alta Idade Média – (séc V a X).

O escavador ressalta que capacitação e conhecimento não dependem exclusivamente do sistema de ensino. Uma boa dose de interesse e curiosidade pela vida pode ser uma alavanca fabulosa ao apetite intelectual. Com as atuais ferramentas digitais essa perspectiva toma ainda outros vultos. A educação vive uma ruptura e uma transformação importantes do seu modelo tradicional de “fábrica”. ( tema para outra postagem).

foto de @patriciaparenza post

A nota do filme só não é maior por não considerar uma atriz com a mesma faixa etária da inglesa Edith Pretty, que tinha 56 anos quando tudo aconteceu. O cinema ainda apresenta desafios importantes no que se refere ao ageísmo. Preferem uma atriz nova (35 anos) e envelhecida pela maquiagem do que uma atriz mais velha.

Enfim, uma bela história. Vale a pena assistir.

Até!!

#cinema #netflix #históriainglesa #arqueologia #escavação #ageismo #idademediaalta #película #filmes #aescavaçao #desenvolvimentohumano #desenvolvimento #comportamentohumano #idadismo #etarismo #darlenedutra #hollyood

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.