Então tá combinado

“Vivo de palavra. Escolho as que briham, enfilero, lustro com esmero para embonitecer, ofereço. De vez em quando, a luz de um acontecido é forte o suficiente para me fazer esquecer como é que se faz. Desaprendo. Perco a chave, esqueço a senha. Paro de respirar. Como quando por acaso te vejo e lembro que não sei te ler. Dói um pouco. Acho bom mesmo assim. “Porque toda razão, toda palavra, vale nada, quando chega o amor. “.

Cris Lisboa, no Livro “Tem um coração que faz barulho de água.”

“Então tá combinado”, citação dela da música de Peninha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.