Sinal de continência

Nunca sequer imaginamos que a cena desses tempos pudesse acontecer. (número de mortes dobra a cada 10 dias no Brasil) Se algum dos gurus do futuro tivesse dito que em duas semanas estaríamos todos “quarentenados”, esperando o vírus passar … teríamos gargalhado. “Deve ser um louco.”. Lembrei da frase “de médico e louco todo mundo tem um pouco”.

E é mais ou menos isso… uma loucura.  Estamos no meio de uma guerra e não há que pestanejar. Obviamente que muitos avisos foram dados pelo caminho: cientistas, intelectuais, visionários e tantos outros disseram em vão. Porque enquanto tentavam ser ouvidos o que estava em jogo eram  a política, o negócio, o dinheiro. O mundo tinha outras “pressas”.

Lamentar?  Não.  Isso posto o melhor a fazer é encarar. Rs… O que quero dizer? Passou da hora de trocar de roupa e vestir a farda, Qual? A do “front”. A da comissão de frente. Queremos e precisamos vencer essa fase do jogo. Começando por filtrar pensamentos e palavras que só servem pra piorar as coisas.  Algumas precisam entrar na gaveta dos “proibidos”. Lembrou de alguém, vizinho, amigo, parente, que vivia reclamando da vida sem fazer nada? Pois é.   Engavete também.. rs

Hora de aceitar que modelos vigentes até bem pouco tempo não mais retornarão porque hoje já somos outros, sociedades, empresas, estado, indivíduos. Aquela sensação de controle, de que tudo estava indo bem? Esquece. O momento urge por resiliência e mais do que nunca adaptação, em várias direções. Estamos sendo convocados a uma reinvenção sem precedentes na nossa história. ” Na bruta”. “Na marra”.  “Na saúde”.  Em escala mundial.  

Conforme informações da BCG, a taxa de mortos no Brasil dobra a cada dez dias e a comparação com outros países colabora para o aprofundamento e análises, pois trata-se de um momento crítico. Veja:

BCG – Boston Consulting Group

Escutei um dos governadores do Nordeste do Brasil, onde há uma aceleração da contaminação,   clamando pelo cumprimento:  “Pelo amor de Deus,  fiquem em casa”.  Os impactos podem ser maiores para os que demorarem a assumir posições firmes e efetivamente entrar na guerra.  As curvas de contaminação e mortes escancaram isso.    E dai? Mãos à obra. Acionamento emergencial da guarita da consciência.  Sinal de continência e procure seu posto.  Fica na trincheira da tua casa!

#pandemia #covid-19 #quarentena #isolamentosocial #quarentine #mentalhealth #saudemental #ficaemcasa #stayhome #saude #emotionalhealth #bcg #bcganalysis

2 comentários sobre “Sinal de continência

  1. Alexandre Andrade disse:

    A quarentena deveria ser aproveitada como um tempo necessário para as pessoas, empresas, estado se adaptarem e criarem novos hábitos e estratégias. Do ponto de vista médico, sem a vacina e até que exista número de curados suficientemente grande, a epidemia seguirá o seu curso. No entanto, muito pouco se assiste neste sentido, de organização e métodos. E não é de se surpreender, pois o sistema de saúde, de transporte, de segurança, essenciais, já não funcionavam antes da pandemia. Muito do que aprendemos nesse período já era sabido: use máscara sempre que possível, mantenha distância social segura, muita atenção com higiene, lave sempre as mãos e procure não levá-las ao rosto, evite aglomerações, evite o transporte público (que desde sempre está sobrecarregado). Não há surpresa, além da situação inusitada, o estado não era e não vai se transformar em um modelo de qualidade em meses.

    Curtido por 1 pessoa

    • Darlene Dutra disse:

      Concordo com você que esse tempo poderia sim ser melhor aproveitado. “a crisie como uma oportunidade para evoluir”. Seria o melhor dos mundos. Infelizmente há uma grande dispersão de atenção por conta de conflitos políticos desnecessários nesse momento delicado. Obrigada pelo comentário..

      Curtir

Deixe uma resposta para Darlene Dutra Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.