Before I die…

Esses dias estava mergulhada nos meus guardados,  tentando fazer uma limpeza geral, o que, aliás, gosto muito (sou daquelas pessoas que de vez em quando “faz uma faxina”), quando encontrei algumas anotações valiosas.     Sempre fui adepta dos registros, dos cadernos de anotações.  Eles sempre me ajudaram e ainda me auxiliam a elencar pontos relevantes da vida, planos, reflexões.

E por falar em anotações diárias, recentemente escrevi um artigo aqui no blog sobre o hábito de manter um diário,  um procedimento produtivo e simples.  Não daqueles diários tradicionais, mas uma técnica super  fácil e que pode facilitar muitos resultados.

Mas voltando aos guardados… Me deparei com a minha lista “to do before i die…”.  Embora o título  pareça um tanto  “macabro”,  é algo que recomendo  pensar.  Refletir sobre o que se quer viver ainda nessa vida e o quanto está empenhado efetivamente para realizá-lo.

Fiquei muito feliz de ver que vários dos itens que eu registrei,  quase cinquenta por cento, eu já havia percorrido.  “done”  (clap clap clap).  Obviamente que faltam alguns,  mas  vou colocá-los em pauta ainda, com certeza.

Captura de Tela 2018-06-25 às 15.39.23.pngEssa imagem é do filme “Já estou com saudades de vocë”.

Também assisti um filme,  onde esse tema esteve à tona novamente porque a protagonista estava com uma doença terminal.  Quando se tem pouco tempo de vida,  há uma corrida contra o tempo para realizar muitas coisas.  Paaara… Mas por que não pensar nisso sem ter que estar nessas condições, à beira do limite?

Eu proponho que a gente pense nisso de uma outra forma.    Não sabemos o que será o dia de amanhã.   Então que tal se a gente pensasse que todo dia poderia ser o nosso último dia ??   O que deveríamos fazer e que não estamos fazendo?

Captura de Tela 2018-06-25 às 15.39.55

  • por que ter tantos medos?
  • por que adiar momentos importantes que gostaríamos de viver?
  • por que postergarmos decisões necessárias?
  • por que reclamarmos e não agimos?
  • por que não gostamos da forma como usamos nosso tempo e repetimos?
  • por que,  por que,  por que….

Cada um carrega  seus porquês e boa parte, por vezes, os mantém bem “reservados”.  Ficam confortáveis no seu “interno”.   Alguns .. só de pensar…  assustam, dão trabalho,  oferecem muito risco.. (uhh).  Assim é mais fácil mantê-los a sete chaves do que encará-los de frente…

Faça seu “before I die…”.   Só de  anotar,  registrar expressamente  seus pontos, eles ficarão mais concretos e você começará a mover-se a favor deles.

Lembre-se…  hoje pode ser o último dia..

A vida é breve…

bjo

Darlene

” Algumas pessoas passam a vida vendo o tempo passar.  Eu prefiro as que fazem o tempo parar para que elas passem. ”

Lucão

Anúncios

3 comentários em “Before I die…

  1. Opa, continuando… o assunto “morte” que é tão maltratado principalmente aqui pelos lados do ocidente… Se é nossa única certeza, que nossas realizações sejam sempre boas certo! Obrigado pelo texto! =)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s