Liderar com sensibilidade ūü§ļ

Numa pesquisa realizada recentemente sobre felicidade, pelo Economista Richard Layard,¬† ¬†demonstra que as pessoas preferem sozinhas a ter que interagir com seus l√≠deres. As pessoas se reconhecem muito felizes ao lado de fam√≠lias,¬† amigos.¬† O l√≠der vem por √ļltimo.

Olhem essas impressionantes informa√ß√Ķes.
Captura de Tela 2018-03-06 aŐÄs 12.42.09

Ainda,¬† as pessoas que sofrem com seus l√≠deres tem desenvolvido doen√ßas complexas,¬† estresse, depress√£o,¬† s√≠ndrome do p√Ęnico,¬† o que as tem afastado de suas atividades profissionais com muita regularidade.¬†¬†A cobran√ßa intensa e n√£o necessariamente adequada por resultados cada vez maiores¬† e mais r√°pidos¬† faz crescer o n√≠vel do estresse que por sua vez,¬† pode transformar-se em doen√ßas piores, como a depress√£o.¬† ¬†Al√©m de serem uma das causas dos dist√ļrbios de humor e de ansiedades.

J√° se tornou um dos grandes motivos de afastamentos do trabalho,¬† conforme informa√ß√Ķes dos √≥rg√£os respons√°veis.

Para alguns “chefes”,¬† com letras min√ļsculas, subordinados n√£o t√™m o direito de ter fam√≠lia,¬† e tampouco,¬† problemas particulares,¬† familiares e situa√ß√Ķes emocionais.¬†¬†S√£o uns verdadeiros aniquiladores, do “ideal”, do sentido positivo do trabalho em si.

Colaboram para aumentar o conceito “depreciativo” que o trabalho carrega por conta da sua pr√≥pria hist√≥ria.¬† ¬†N√£o √© √† toa que muitos o encaram como castigo e n√£o como um prazer,¬† como uma oportunidade para aprender,¬† para crescer e ser produtivo.¬† E pensar que mais de 60% das satisfa√ß√Ķes permanentes dos seres humanos prov√™m das atividades produtivas !! (AHHH)

Captura de Tela 2018-03-02 aŐÄs 20.01.27.pngN√£o seja um l√≠der (ou melhor chefe) redutor¬† do desejo de trabalhar dos outros.

Naquele dia profissional inusitado entrei¬† na minha “baia” ou √°rea de trabalho num estado deplor√°vel. Vergonhoso! De um jeito, nunca antes ocorrido nos meus mais de trinta anos de trabalhos profissionais no mundo corporativo. Super abastecida de uma emo√ß√£o negativa, de um sentimento de desrespeito. N√£o, daquela forma,¬† eu NUNCA havia sentido. Um n√≥ na garganta e aos prantos! Literalmente.¬† Me deixei levar pela emo√ß√£o negativa. Lembro como se fosse hoje, porque cenas como essas,¬† n√£o s√£o t√£o f√°ceis de esquecer.

Havia recebido os meus primeiros cumprimentos de p√™sames pelo falecimento do meu pai, sem que ele nem mesmo tivesse ainda falecido. Eu havia mencionado que o caso dele era cr√≠tico e que provavelmente n√£o haveria mais recursos m√©dicos. ¬†Junto com os p√™sames, ¬†a mensagem de que estaria fora do projeto porque eu “estava vivendo uma situa√ß√£o dif√≠cil na esfera particular” (meu pai estava na UTI, ¬†em fase terminal).¬† N√£o cabe detalhes, que certamente,¬† estava coberto de muitas outras vari√°veis.¬† Foi uma crueldade!

Por merecimento,  ou por lei de correspondência fui recebida e amparada por uma colega de trabalho,  sensível e solidária, que me aconchegou.   Somente ela presenciou e soube dessa minha passagem histórica.

A morte dele, ¬†do meu querido pai, ¬†ocorreu¬† poucos dias depois.Captura de Tela 2018-03-02 aŐÄs 20.02.45.png

Sempre alimentei o pensamento de aprender com o que me acontece. Analiso, penso e estabele√ßo medidas.¬† H√° sempre li√ß√Ķes a serem capturadas¬† e especialmente nesse epis√≥dio n√£o foi diferente. ¬† Essa e outras tantas ocorr√™ncias¬† ajudaram-me¬† a reafirmar os meus prop√≥sitos por trabalhar para projetos e iniciativas conectadas ao ser humano, √† vida.¬† ¬† Ao colaborar ¬†com o desenvolvimento de pessoas posso contribuir na forma√ß√£o de novas mentalidades, mais humanas, mais dispostas a compreender as emo√ß√Ķes uns dos outros,¬† mais sens√≠vel √† integralidade dos indiv√≠duos.¬† ¬†O profissional n√£o pode ser considerado, tratado uma “coisa”,¬† um “recurso” a servi√ßo dos resultados. √Č gente.¬† Bom, era assim que eu gostaria de ter sido tratada naquele momento.

Importante fazer ainda uma considera√ß√£o:¬† uma pessoa, um √ļnico chefe n√£o representa com suas atitudes,¬† a totalidade de uma organiza√ß√£o.¬† Ou seja,¬† ter “uma” pessoa assim na sua trajet√≥ria profissional n√£o necessariamente destitui o valor que voc√™ tem da organiza√ß√£o. E posso afirmar que tive um imenso prazer em atuar nas empresas pelas quais passei e sou-lhes muito agradecida.

Mas como nada acontece por acaso,¬† e sempre para o nosso bem e crescimento, daquele dia em diante, um pensamento,¬† uma decis√£o come√ßou a crescer comigo¬† internamente… EU PRECISO MUDAR!!!¬† N√£o posso permitir-me ser tratada, desrespeitosamente. NUNCA MAIS.¬† Qualquer tipo de depend√™ncia que eu tivesse naquele momento precisaria ser trabalhada, para criar condi√ß√Ķes de realizar. mobilizar um futuro diferente.

Aprenda a lidar por isso…

Antes que voc√™ veja sua auto-estima dizimada por essas quest√Ķes, por esses fatores¬† propulsores¬† de emo√ß√Ķes negativas, busque desenvolver estrat√©gias e caminhos que te alimentem positivamente.

Voc√™ pode se deparar com situa√ß√Ķes muito legais e novas perspectivas de atua√ß√£o, em contextos emocionalmente mais favor√°veis, protegendo sua sa√ļde e bem estar.¬† Ou mesmo,¬† descobrir raz√Ķes fortes que ampliem suas motiva√ß√Ķes e engajamento no trabalho, mudando ent√£o o foco, reduzindo os impactos das rela√ß√Ķes negativas, t√≥xicas

Dizem que escrever √© um santo rem√©dio.¬† Ajuda a “aclarar” as ideias,¬† a tirar de dentro o que n√£o nos faz bem,¬† e a ampliar as compreens√Ķes que temos.. Escrevo, porque, depois de tantos anos considero essa emo√ß√£o negativa dissipada.¬† ¬† Penso que ao transferir em¬† palavras e compartilhar, posso ajudar outras pessoas a atuarem melhor em situa√ß√Ķes similares.

N√£o quero isso mais em mim. Ponto!

“que o perd√£o seja sagrado,¬† que a f√© seja infinita, que o homem seja livre, que a justi√ßa sobreviva.. aiai ”

Até sempre..

Darlene

Deixe um coment√°rio

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s